Criança é Central

O projeto Criança é Central atende prioritariamente crianças que vivem em cortiços e habitações coletivas no Centro de São Paulo. Suas condições são mais vulneráveis, comparativamente, do que as de crianças oriundas de quaisquer outras comunidades da cidade, principalmente devido à situação de invisibilidade atenuante, característica desse território.

As cenas de vulnerabilidade com as quais nos deparamos são tão caóticas e dramáticas que é impossível que a sociedade aceite que isso possa existir na região central de uma das maiores cidades do mundo.

Não há condições que favoreçam seu desenvolvimento sadio, comprometendo a fase mais importante de seu desenvolvimento. Por isso, o projeto traz a infância de volta às crianças, trabalhando também com as famílias nesse sentido, utilizando como principal estratégia a promoção de atividades lúdicas nos locais em que vivem.

Por meio do lúcido a criança inicia sua percepção do mundo: testa suas habilidades físicas, cognitivas, sensoriais, função social e sentidos. O brincar permite que a criança aperfeiçoe estímulos para sua formação: coordenação motora, criatividade, raciocínio, identidade, autonomia, comunicação e sociabilização. Essas atividades as auxiliam no desenvolvimento pleno desde o primeiro ano de vida.

“(…) a infância não se pode conceber sem a dimensão lúdica que alinhava e entrelaça as representações às coisas… Sem a dimensão do lúdico, (…) não há espaço nem tempo possíveis, não há estrutura… Não há infância nem sujeito falante” – LEVIN, E. A infância em cena: constituição do sujeito e desenvolvimento psicomotor. Ed. Vozes, 1998.

O Ato Cidadão mantém quatro centros de atividades e acolhida para as crianças e suas famílias:

Raul Tabajara (Barra Funda)

Localizado em sala do CEE Raul Tabajara, atende as crianças de bairros do Bom Retiro e Barra Funda. Utilizam também este espaço as crianças das creches próximas ao Centro Esportivo.

Vai-Vai (Bixiga)

Montado dentro da quadra da escola de samba Vai-Vai, atende as crianças da comunidade do Bixiga e familiares de seus associados.

Polo Mauá (Luz)

Localizado dentro da “Ocupação Mauá”, atende as crianças moradoras do prédio (próximo à Estação da Luz), ocupado por famílias carentes há mais de 10 anos. No local vivem 180 crianças e pré-adolescentes, membros das 237 famílias instaladas.

Polo Praça Coração de Jesus (Cracolândia)

Polo em fase de instalação, dentro da Praça, próximo à Base Comunitária da Policia Militar. Trata-se de uma parceria com a Secretaria de Esportes e Lazer do Município de São Paulo para atendimento das crianças moradoras dos cortiços da Alameda Barão de Piracicaba, Rua Dino Bueno e adjacências, na região da Cracolândia. Oferece aos pequenos um espaço de brincadeiras e desenvolvimento de outras ações lúdicas, permitindo que eles e seus pais possam se relacionar sem a influência das atividades praticadas nas ruas do entorno (que podem comprometer definitivamente o futuro dessas famílias, em particular de suas crianças).